Na Cidade Catamarã - Recife - Pernambuco

Duda & Hugo


Eita! Chegou a vez de contar a história do casamento de Duda e Hugo. Assim como tantas cerimônias recentes, já tínhamos acertado os detalhes com o casal, mas por causa da pandemia, mas tudo teve que ser adiado, adiado, adiado... até que finalmente aconteceu. 

Duda é uma menina leve, sorridente, bem de boa e tranquila. Hugo é super gente boa também. Só que ele rendeu um momento engraçado: pouco antes do casamento, percebeu que havia esquecido as alianças. Mas no final deu tudo certo, porque, por sorte, algum dos convidados foi lá buscá-las. 

E então começou o casamento. Uma cerimônia bem leve e descontraída. Aconteceu lá na Igreja Nossa Senhora de Piedade, que fica ali ao lado do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. De lá, fomos para o Catamaran Tours, no Centro. Foi lá que eu tive a ideia de fazer a primeira dança deles como casados em cima do deque. Era por volta do momento do pôr-do-sol, umas 16h45 ou 16h50. 

Corri lá na salinha onde os noivos estavam lanchando e propus: "Olha, vamos abdicar de fazer fotos de protocolo agora para podermos fazer a dança de vocês no deque, enquanto o pôr-do-sol ainda tá rolando? Tô com uma ideia muito fera e gostaria que vocês a abraçassem". Eles toparam na hora. Saí e fui combinar com o cerimonial. Falei com tia Jane, da Jane Monteiro Cerimonial, para me ajudar a colocar essa minha ideia à frente de algumas etapas da festa que já estavam planejadas. "Garanto que vai ficar muito bonito, tia Jane!". 

E ela ajudou. Subi o drone e fiz as imagens aéreas. Gente, que negócio espetacular que ficou. A localidade e o pôr-do-sol foi uma soma que deu num resultado muito lindo. Duda, depois, me agradeceu imensamente pela ideia de última hora e por ter brigado por ela. Modéstia à parte, ficou maravilhoso demais, mesmo.

Depois da dança, o casamento aconteceu como a gente já imaginava: galera superanimada, super jovem, muito álcool, todo mundo descendo até o chão... uma farra muito massa. Foram três bandas! Então animação não faltou. Inclusive por parte do noivo! Meio tímido, a princípio, Hugo se soltou completamente na festa. Até ao palco ele subiu, dançou, desceu até o chão... O show da banda Madeira de Lei, como sempre, foi um espetáculo, animando demais o pessoal. Enfim! Foi um casamento MUITO divertido de se fazer. Várias fotos espontâneas que consegui capturar e isso é sempre um prazer. 

Eu espero que vocês curtam as fotos tanto quanto eu amei fazê-las. O resultado tá aí! Valeu e até a próxima!


Ps.: Você pode curtir cada imagem ao passar o mouse em cima delas, clicando no coração ❤.


Alguns Fornecedores desse lindo casamento:

Assessoria: Jane Monteiro

Casa de Recepção e Buffet: Catamarã

Vídeo: Clip Filmes

Banda: Madeira Delay / Banda Zuô / Beto Carioca

Decaração: Dea Medeiros


Tags

casamento recife fotografo recife catamara fotografo em recife